Popular Posts

Fiquei ruiva!!! Ou quase!

Após anos com vontade de mudar, misturada a um certo medo do impacto... Tomei coragem pra enfim "tentar" ficar ruiva! E nada melhor que um ano novinho começando para iniciar a mudança né?

Ah, meu cabelo dos sonhos, ao estilo Marina Ruy Barbosa, aquele ruivinho natural, acobreado...

Mas não foi bem assim que me senti quando saí do salão! Não mesmo! Rs

Que comece a saga!

Cabelo castanho escuro, quase preto. Com química de alisamento a base de amônia já a bastante tempo sem retocar + botox também a bastante tempo sem retocar. Porém a cor era natural, nunca tinha pintado, aliás, uma vez passei um daqueles tonalizantes em creme tipo condicionador, na mesma cor do meu cabelo só pra tirar o queimado do sol, á muito tempo na minha adolescência. E super longo como eu gosto. (obs.: Esqueci de tirar uma foto do antes lá no salão)




Ao conversar com a cabeleireira, logo me animei, afinal ela me disse que por eu não ter tintura no cabelo, pegaria fácil a cor. Mas ao consultar os coloristas mais experientes, descobri que não seria possível não. Eu tinha duas escolhas: Descolorir todo o cabelo (Com o risco de destruí-lo ou ficar careca!) ou fazer luzes para  abrir a cor aos poucos e iniciar um processo gradativo até alcançar a cor desejada. (E manter meu cabelinho bem seguro na cabeça!) 
Escolhi, claro, a segunda opção, com a promessa de sair de lá já ''levemente'' ruiva, com alguns semi-tons e nuances que seriam o primeiro passo para a ''ruivisse'' acontecer!

O plano: Primeiro as luzes, depois a tintura e depois um corte em camadas tirando apenas 3 dedos de comprimento.




Ao perceber que a cor do meu cabelo abriu muuuito, tipo um loiro platinado/branco/acinzentado, a cabeleireira decidiu passar um tonalizante dourado antes da cor. Não sei até que ponto isso foi bom, mas assim foi feito.

Logo após, tinta no cabelo, 40 minutos de espera e...

Resultado: Cabelo loiríssimo só em cima, próximo da raiz (Onde é a parte mais quente do nosso couro cabeludo, que naturalmente clareia mais fácil), e escuríssimo na parte de baixo.

Próximo passo: Tonalizante mais escuro em cima, pra tirar aquele loiro tipo ''gema de ovo'' que tinha ficado.

Resultado: Deu errado!
Frustração é a palavra, meu rosto não esconde, rs
Queria ter saído ruivinha mas ganhei apenas umas luzes nada parecidas com a cor tão querida!
(Fotos de celular) Não sei se é possível ver nas fotos, mas haviam umas quatro tonalidades diferentes no meu cabelo: Marrom, amarelo, entre outras , menos cobre!






O que me rendeu umas boas lágrimas naquele dia, além da cor não ter dado certo, foi o corte, que como seeeeempre, não foi como pedi. cortou demais, e não teve as camadas.
Começo a achar que os cabeleireiros combinam entre si tais coisas. Só pode.

Após algumas boas lavagens, no sol dava pra disfarçar bem os muitos tons, afinal o dourado sobressaía:
(Tão curto, ai que dor no meu coração!)




Mas, enfim, lágrimas enxugadas, bola pra frente, vamos para o próximo passo.
O concerto. Ou o começo dele!

Pesquisando bastante sobre cor e tons, blogs de ruivas e etc, descobri alguns parâmetros aos quais eu quero seguir.

A cor tão sonhada ''Marina Ruy Barbosa'' trata-se de um 7.34
Sendo que 7 é o tom natural (loiro médio)
3 é o dourado (O número após o ponto é a nuance que sobressai na cor)
E o 4 é o nosso querido cobre!
Se mudarmos para um 7.43, o 4 (cobre) sendo o primeiro número após o ponto vai se sobressair, porém pode puxar para um vermelho e perde a naturalidade do ruivo, e isso a gente não quer, não é mesmo?
Loiro médio dourado acobreado ou Ruivo natural acobreado, é a cor final.

A cabeleireira se propôs a vir na minha casa me ajudar a colocar o plano em prática.
Fazendo uns cálculos, decidi colocar 8.34 (loiro claro dourado acobreado) na parte de baixo onde estava muito escuro, aliado a uma OX vol.30.

E na parte de cima onde estava aquele amarelão, passamos o 7.34 (Ruivo natural acobreado) sem OX, só o tom e deixamos só metade do tempo para tentar igualar.

Resultado:






Digamos que estou agora em um loiro acobreado, mas já não temos aquela enorme diferença entre a parte de cima e a de baixo. Já deu um ar mais ruivinho.
 O pigmento cobre é um pouco mais difícil de ''grudar'' no cabelo, por isso o processo é lento e demorado, mas a saga continua!!!

Sobrancelha ainda escura, porém estou analisando a possibilidade de suavizá-la um pouco, algo mais para um castanho, nada de sobrancelha cobre, rsrs!

Tem mais alguém aí nessa saga? Ou mudando de visual de alguma forma?
Deixe nos comentários suas experiências ;)

Continuarei aqui firme no meu projeto e atualizando vocês de tudo! Ok?

Então, até a próxima!



Nenhum comentário: